Cinta Modeladora: Importância do uso no Pós-Operatório.

Cinta Modeladora

Cinta Modeladora

Entenda a importância do uso da cinta modeladora no Pós-Operatório

Para toda e qualquer cirurgia o período Pós-Operatório é tão importante quanto a cirurgia em si. Alguns cuidados essenciais são imprescindíveis e um deles é o uso da cinta modeladora após uma cirurgia de lipoaspiração ou abdominoplastia por exemplo.

Durante esses procedimentos, são retiradas parte de gorduras existentes entre a pele e a musculatura, deixando um espaço vazio no local, que pode acumular líquidos.

O cuidado com a região operada é fundamental, a não utilização da malha cirúrgica propicia que o paciente sente-se de qualquer forma ou realize movimentos que possam prejudicar os pontos, a cicatrização, a saúde e os resultados esperados.

O que é, e para que serve a Cinta Modeladora?

A cinta modeladora, também conhecida como “Malha Cirúrgica”, é uma malha elástica produzida com alta tecnologia têxtil, que auxilia na acomodação da pele para a modelagem do novo contorno do corpo, assim como também controla edema e evita acúmulo de líquido na região.

O período mínimo de uso é de 8 semanas, podendo aumentar de acordo com cada cirurgia e paciente. É recomendado que seja feito o uso contínuo e retirado apenas na hora do banho e drenagens.

As Cintas Modeladoras são comercializadas em diversas formas e tamanhos de acordo com a cirurgia a ser realizada e com o corpo do paciente.

Dentre seus benefícios podemos destacar:

  • Auxílio com a postura corporal;
  • Proteção da região;
  • Aceleração da cicatrização;
  • Mantém a firmeza dos músculos;
  • Melhora a circulação sanguínea;
  • Evita a flacidez;
  • Conforto Térmico.

Quais cuidados são necessários para a utilização?

O modelo correto para o tamanho e formato da cinta é individual de cada paciente e essa orientação é passada na consulta de avaliação junto ao seu cirurgião.
A compressão da malha, deve ser leve e suficiente para compactar a região. O excesso de compressão pode prejudicar a circulação sanguínea acarretando em complicações pós-cirúrgica.

Atenção ao colocar e retirar a cinta, sempre com cuidado para não machucar a região onde foi realizada a cirurgia, sempre verifique se está ajustada corretamente ao corpo e confortável.

A higienização deve ser feita com sabão neutro e água corrente com secagem à sombra.

Quais os tipos?

  • Body: parecido com um macacão, com ou sem bojo;
  • Bermuda: bastante usado em Cirurgias Íntimas e Glúteos;
  • Camisete: Cobre até a linha do quadril, para Mamas e Abdômen;
  • Sutiã: Utilizado para Cirurgias das Mamas;
  • Faixa Facial: Utilizada para Cirurgias de Mento, Lifting Facial e Otoplastia.
Nos siga nas redes sociais
WhatsApp Dúvidas e Agendamento. Clique aqui!